segunda-feira, 18 de junho de 2018

Não Somos Culpados pela Poluição



Afinal, quem é culpado pela poluição do Planeta?

É, eu sei que há vários culpados, mas vamos refletir um pouco, você vai entender.

Que existe um crise ambiental isso é consenso para todos os cientistas sérios, afinal, os efeitos das alterações climáticas estão literalmente NA CARA, cada vez mais catástrofes "naturais" aumentam de intensidade e frequência.

 O tempo de mudar este cenário já passou, é necessário uma cooperação em nível internacional, mas parece que há interesses conflitantes que impedem um trabalho em conjunto, muitos querem perder o que não tem.

Nós, aqui do Ágora, já falamos sobre o porquê de não existir um combate efetivo à poluição.

Paradoxo da Sustentabilidade
Nós Precisamos Conversar sobre o Meio Ambiente 

Claro que os países subdesenvolvidos e em desenvolvimento, como o nosso, possuem a sua parcela de culpa pela poluição e falta de esforço para tornar o mundo sustentável, mas será que é estes que podemos apontar como principais atores desta crise?

Penso que não. Vejamos

Veja abaixo o ranking dos países mais poluentes, a lista continua, aqui mostro apenas os 20 primeiro, mas você pode conferir o restante no link:


Pois é, são justamente os países mais desenvolvidos, liderados pelo EUA, que mais poluem, o que é irônico pois, ao menos em teoria, são estes países que possuem mais acesso à tecnologia. 

quinta-feira, 14 de junho de 2018

Aborto - Legalizar ou Não?


Texto escrito por João Probst 
Editor do Ágora do Pensamento 

Eu evitei este tema, pela sua polêmica óbvia, estamos longe de alcançar um consenso, e nunca haverá, ainda bem, afinal a pluralidade de ideias é muito importante. 

Mas as mais recentes notícias criaram uma necessidade de escrever algumas observações sobre o tema, a legalização do aborto, veja: 



País extremamente católico, a Irlanda que tinha uma das legislações mais restritivas da Europa, aprovou o aborto em até a 12ª semana de gestação, e em caso de risco para a saúde da mulher e anormalidade fetal até a 23ª semana através de um referendo popular, com 66,4% dos votos, um número considerável para um país católico. 

A legalização do aborto parece ser uma tendência.

segunda-feira, 11 de junho de 2018

Revendo Cemitérios - Superando a Religião

texto por João Probst 
Editor e fundador do Ágora do Pensamento 

CRISES DOS CEMITÉRIOS 


Há muito tempo a forma como a humanidade enterra seus mortos vem apresentando sérios problemas, como a contaminação ambiental resultante da decomposição o que leva uma série de doenças à população. 

Com o aumento populacional o costume de enterrar mortos vem tornando-se uma crise emergente preste a estourar. 

Sendo o principal método utilizado, por razões tradicionais e de viabilidade, tendo em vista que métodos alternativos, como cremação, são mais caros, sendo assim menos populares apesar de serem menos agressivos ao meio ambiente e à população. 

Gostando ou não, o fato é que atualmente os cemitérios ocupam uma boa área útil das cidades que poderiam ser utilizadas em algo mais útil em prol da sociedade, cemitérios são verdadeiros volumes mortos que além de não agregar em nada causam prejuízos. 


E se nada for feito a bolha vai estourar e não se terá mais lugar para enterros, considerando-se o aumento populacional progressivo. 

Não resta dúvidas, é necessário buscar soluções para esta crise. 

O primeiro o óbvio, é fundamental desenvolver cemitérios sustentáveis, isto significa impedir que restos mortais, como o necrochorume, de contaminar o lençol freático. 

quarta-feira, 6 de junho de 2018

Não Existe Felicidade Plena – A Ditadura da Felicidade




A sociedade possui muitas ditaduras: de beleza, de corpo, de blá blá blá e outras coisas que a mídia, o senso comum reforçam juntamente com a minha avó! Ressaltando no que vamos tratar aqui: a ditadura da felicidade.

Como posso ser feliz?

Foi descoberto a fórmula da felicidade!

Veja como realizar seu sonho e viver feliz!

Pra ser feliz tem que fazer isso!

Clique aqui e seja feliz!

Provavelmente, uma das coisas mais fáceis de se encontrar na internet é dicas, receitas e até manuais de como ser feliz (na vida, no trabalho, na escola e etc.). Em contraste, se pesquisar: como ser triste, não vai ser tão feliz assim na busca, como foi na anterior. Assim chegamos as perguntas: Mas afinal de contas, o que é felicidade? Por que as pessoas querem ser felizes? Pra que serve a tristeza?
"Felicidade é o estado de quem é feliz, uma sensação de bem estar e contentamento, que pode ocorrer por diversos motivos. A felicidade é um momento durável de satisfação, onde o indivíduo se sente plenamente feliz e realizado, um momento onde não há nenhum tipo de sofrimento."

Fonte: https://www.significados.com.br/felicidade/

Como ser feliz no trabalho?


segunda-feira, 4 de junho de 2018

Manual Revolucionário: Calmaria em Águas Revoltas


Esse é o terceiro texto que fazemos aqui no Ágora em nosso acompanhamento da paralisação, leia os artigos anteriores:

Greve dos Caminhoneiros e Estado Abusivo
O Que Levou a Crise dos Combustíveis?


Os acontecimentos recentes neste país estão sendo tumultuosos e não há sinais de fim das manifestações, ainda há alguns protestos e reflexos por todo Brasil. 

A paralisação dos caminhoneiros contou com grande apoio popular, muitos foram à rua manifestar seu descontentamento com o governo. 

Praticamente choveu, como nunca antes, manifestações políticas nas redes sociais e correntes de whatsapp. 

Uma coisa é certa, o povo está cansado de corrupção e o descaso que os governantes possuem com a população. Saúde, Educação, Segurança, tudo é precário. Mas a dúvida que fica é: O QUE FAZER PARA MUDAR ESSA SITUAÇÃO?

Como povo, chegamos em um nível que criamos consciência política suficiente para entender que o poder pertence ao povo e que governantes são meros representantes, devendo satisfação ao atender o interesse público. 

Vamos juntos fazer uma análise deste processo político de revolução e analisar as melhores ações para o futuro do Brasil e do brasileiro? 


segunda-feira, 28 de maio de 2018

O Que Levou a Crise dos Combustíveis?

Texto de autoria de João Probst 
Editor do Ágora do Pensamento  

Ola, tudo bem? Bem vindo à mais um texto aqui do Ágora do Pensamento. 

O texto de hoje tem como assunto um dos temas mais relevantes tendo em vista a "greve" dos caminhoneiros. 

Já falamos sobre o assunto: Greve dos Caminhoneiros e Estado Abusivo. 

Primeiramente, antes de tudo é importante esclarecer o porquê do termo greve estar entre parênteses.

Os manifestos em todo o Brasil foram denominados, principalmente pela mídia, como greve, mas não é exatamente o termo mais correto para descrever o que está acontecendo.

Porque greve possuí uma carga negativa, é sempre associada a algo ruim ou incomodo, a palavras que descrevem melhor este movimento, entre elas gosto de "revolução". 

E é sim uma verdadeira revolução, é um povo gritando - basta! É uma manifestação de vontade de retomar o poder, inicialmente a partir da voz dos caminhoneiros, mas agora de toda a nação.


Inscreva seu e-mail para receber textos como este:


Delivered by FeedBurner

Mas você já pensou sobre o que levou a crise dos combustíveis?


É importante refletir sobre isso com o objetivo de nós, como povo, não cometermos erros do passado. 

A crise como um todo, um reflexo da realidade econômica trazida pelos últimos governos, e pelo atual, como por exemplo o congelamento artificial dos preços dos combustíveis. 

Mas, não é sobre isso que vou falar, se você quiser saber mais sobre o assunto aqui.

Acontece que a crise dos combustíveis era uma tragédia anunciada apenas aguardando o momento que a situação ficasse insustentável e o povo totalmente insatisfeito. E este momento chegou. 

quinta-feira, 24 de maio de 2018

Greve dos Caminhoneiros e Estado Abusivo

 Artigo por João Probst 
Editor do Ágora do Pensamento

Para o texto desta semana eu pretendia falar de outro assunto, porém, a situação política atual praticamente me obrigam a falar sobre o assunto, e há muita coisa a ser dita.

O assunto de hoje é o aumento do preço da gasolina e a greve geral.

Gostaria de falar um pouco sobre a sociedade e o Estado brasileiro, e como há muita coisa errada. 

Fiz alguns comentários sobre este momento delicado vivido por todos.

Vamos lá.